segunda-feira, 30 de março de 2009

Foz-Tua - Mirandela em 3 etapas


Depois de ter feito 17 caminhadas na Linha do Tua durante um ano, estudei um conjunto de 3 etapas de forma a fazer o percurso de Foz-Tua a Mirandela, tendo sempre a possibilidade de voltar ao ponto de partida, ou utilizando os táxis, que fazem o serviço da Linha, ou o Metro (na terceira etapa).
1.ª Etapa - Brunheda- Foz- Tua a pé
  • Esta é a mais longa das 3 etapas, começando a caminhada na Brunheda, regressando à mesma, de táxi;
  • Não há grandes possibilidades de fazer a etapa mais pequena uma vez que os acessos são escassos e maus;
  • Uma alternativa é Foz-Tua - S. Lourenço (16 km), mas depois não há transporte de volta (nem rede de telemóvel);
  • Uma estimativa do tempo necessário pode ter por base os 4 km por hora, menos parece-me apertado;
  • Há dois locais onde é possível recolher água (pouco antes do Castanheiro (7,6) e antes do S. Lourenço (15,3));
  • Na Brunheda só há sinal de telemóvel (Vodafone) na extremidade da ponde rodoviária, do lado do concelho de Alijó;
  • Não há mais rede até um determinado ponto junto a S. Lourenço (16,4 Km);
  • O sinal de telemóvel é bom depois do Túnel da Falcoeira (9,2km) até 2 km de Foz Tua, em Foz-Tua não há rede;
  • Nesta etapa há três túneis, uma ponte e dois viadutos (não são necessárias lanternas, mas a altura dos viadutos podem assustar);
  • Depois de chegar a Foz-Tua, não há onde tirar bilhete; o táxi parte da estrada, junto ao restaurante.
  • O percurso também pode ser feito partindo de Foz-Tua, já o fiz no dois sentidos, mas devido aos transportes dá-me mais jeito fazer o percurso descendente. A alternativa, partindo de Foz-Tua é a seguinte:

  • Em Brunheda o táxi deve ser esperado junto ao cruzamento da estrada nacional com a que desce para o apeadeiro.
2.ª Etapa - Cachão - Brunheda a pé
  • Esta caminhada tem 20,7 km, começa no Cachão até a Brunheda, regressando ao Cachão de táxi;
  • Pode-se fazer o reabastecimento de água no Cachão (no café); em Vilarinho das Azenhas (tem que se subir à aldeia, não é prático); na Ribeirinha (no apeadeiro) e em 3 locais antes e depois de Codeçais;
  • Há sinal de telemóvel do Cachão até à Ribeirinha e em Abreiro; depois não há em mais nenhum ponto;
  • Não há túneis, nem viadutos; há três pontes;
  • É possível dividir esta etapa em várias mais curtas, mas tem que haver um transporte de apoio.
3.ª Etapa - Cachão - Mirandela a pé
  • Esta é a mais curta das 3 etapas e a única em que se pode andar de metro na linha;
  • Em Frechas não há água na estação, mas há um café logo depois da ponte na ribeira, à entrada da aldeia;
  • Penso que há sempre sinal de telemóvel nesta etapa;
  • Há duas pequenas pontes e um túnel também curto.

  • Esta etapa também pode ser feita saindo de Mirandela de metro e voltando a Mirandela a pé.

Embora não haja circulação de composições na linha (entre Cachão e Foz-Tua) isso não quer dizer que não haja perigos. Continua a ser proibido circular a pé pela linha.

Pontos de abastecimento de água


Maio de 2011
Novos horários aqui

4 comentários:

Mario disse...

caro Anibal Gonçalves

é de louvar este seu trabalho e dedicação

Um abraço

mario

Anónimo disse...

Obrigado pelas informações. RM

Anónimo disse...

Caro Anibal,

Irei realizar o troço Tua-Brunheda em breve, e estas informações revelaram-se preciosas.

Obrigado

David Santos disse...

Quem quiser pernoitar em Brunheda, poderá fazê-lo junto ao rio na praia fluvial. Na margem oposta à linha reside um simpático casal, o Sr. Orlando e a D. Isabel com os seus filhotes. Caso pretendam a D. Isabel poderá preparar uma refeição para os caminhantes com produtos genuínos de Trás-os-Montes. No nosso caso foi um belo de um arroz de cabidela que nos soube pela vida.