terça-feira, 3 de abril de 2012

Caminhadas na Linha do Tua - Informações

Amieiro/Santa Luzia
 Tenho recebido muitos pedidos de informação de pessoas que pretendem percorrer a Linha do Tua a pé. Está a começar uma época fantástica para o fazer. As perguntas prendem-se essencialmente com a questão das obras no local da barragem e com o horário e funcionamento dos transportes alternativos entre Foz-Tua e Mirandela.
A informação mais atualizada que consegui recolher é esta:
Possível percurso
Está fora de questão atravessar a pé a zona das obras da barragem. Além de proibido é perigoso e não podemos esquecer que ainda há pouco tempo morreram trabalhadores no local.
O fim de semana passado fiz uma caminhada que me permitiu estudar uma alternativa para contornar esta situação. Uma das possibilidades é saltar os três primeiros quilómetros da linha, que tinham uma beleza especial e obras de arte que nunca mais vão poder ser apreciadas, mas onde decorrem as principais obras. A interversão já se estende para além destes 3 primeiros quilómetros. O percurso pela linha, quando for ascendente, começará entre os terceiro e o quarto quilómetro, podendo estender-se até Mirandela, com bastante cuidado em Brunheda onde também decorrem obras da construção de uma ponte rodoviária sobre o rio Tua (IC5). Infelizmente, nos primeiros quilómetros (partindo do Tua), o relevo não ajuda muito (mas também é aí que está a singularidade do local) sendo necessário percorrer mais de 6 km para chegar à linha. Em caminhadas descendentes (em direção ao Tua) também pode ser usado o mesmo percurso, tomando o caminho que indico no mapa, logo depois do apeadeiro de Tralhariz, exatamente no local onde terminou o arranque dos carris.
Zona de encontro entre o caminho indicado e a Linha do Tua
A ligação entre Foz-Tua e Fiolhal não é feita por nenhum transporte público. Ou se utiliza transporte próprio, ou se recorre ao serviço de táxis (Táxi do Castanheiro 278 685 241). A rede de telemóvel é muito deficiente pelo que o contacto com algum táxi deve ser feito previamente.
A ligação entre Foz-Tua e Fiolhal pela estrada Nacional 214 pode ser feita de carro ligeiro ou a pé. Se for em caminhada podem ser feitos alguns atalhos, mas vão despender muita energia e tempo, preciosos para quem vai caminhar quase duas dezenas de quilómetros. A parte entre Fiolhal e a Linha pode ser feito por veículos todo-terreno. O meu conselho é que a caminhada comece logo no Fiolhal. O percurso é descendente, bonito e compensa um pouco a impossibilidade de se passar na zona das obras.
Tunel/Viaduto das Presas - Zona das obras
O Metro de Mirandela continua em funcionamento até ao Cachão e o restante serviço alternativo até Foz-Tua continua ativo (não sei até quando). Uma das confusões para quem não conhece o traçado da linha é pensar que este serviço acompanha a Linha. É impossível acompanhar o traçado da Linha, e, por isso, é que ela tão importante. O táxi aproxima-se das principais estações e apeadeiros, mas passa longe de muitos outros. Entre Foz-Tua e Brunheda (21 km) não há possibilidade de aceder a este serviço.
Outra questão que me é colocada frequentemente é sobre o alojamento ou a possibilidade de acampar. Não há nenhuma unidade hoteleira nas proximidades de linha, à exceção de Foz-Tua (Casa do Tua), Vilarinho das Azenhas e Mirandela. As restantes alternativas exigem sempre deslocação de mais de uma dezena de quilómetros para Alijó, Carrazeda de Ansiães, Tralhariz, Pombal de Ansiães, Vilarinho da Castanheira, etc.
Horários da Agenda Cultural de Mirandela de Janeiro de 2012
Para acampar ao longo da linha, depende dos hábitos e das necessidades de cada um. As estações não oferecem grandes ou nenhumas facilidades, embora nalgumas seja possível utilizar espaços cobertos, no caso de mau tempo. Se eu pensasse em acampar escolheria S. Lourenço (há banhos e água potável) e/ou Brunheda.
Quando fizerem caminhadas na Linha do Tua (há uma grande hipótese de me encontrarem), não se esqueçam de enviar para este blogue - A LINHA É TUA, algumas fotografias e parágrafos para partilhar com o mundo quanto é belo este recanto vendido à EDP (ou será que foi à China?). Fico à espera.

Posto de Turismo de Mirandela (Número Verde): 800 300 278
Táxi (Castanheiro): 278 685 241
Casa do Tua: 278 681 116
Hotel Casal de Tralhariz: 278 681 042
Casa Dona Urraca: 919 700 83
Casa das Azenhas: 278 511 129
Hotel Rural Flor do Monte: 278 660 010

GPSies - Tua_LinhadoTua

10 comentários:

Anónimo disse...

É curioso que esta info tenha sido postada na véspera da minha ida ao Tua. Sou escoteiro do Grupo 107 de Cascais (AEP) e amanhã iremos partir para Mirandela para dar início à caminhada até à Foz do Tua. Obrigado pela informação, terei todo o gosto em enviar fotos e algum relato do percurso!

Portuguese Gourmand disse...

Daniel, obrigado pelas tuas dicas de percursos. Todavia, pergunto-te: isto é um baixar de braços, uma resignação? Já não há nada que possamos fazer para travar a construção da barragem? Temos a guerra perdida?

Rui Almeida disse...

Caro autor do blog; parabéns e obrigado pels informações; será este desvio possível? Obrigado! (Para Maio vou fazer o percurso)

http://www.gpsies.com/map.do?fileId=bajpzunajjjsyvfs

Rui Almeida disse...

Caro autor do blog, parabéns pela sua dedicação a esta causa. Conto durante o mês de Maio fazer a caminhada entre o Tua e Mirandela, mas estou com dúvidas se a conseguirei fazer em dois dias (totalmente a pé e em autonomia). Para a saída do Tua, estava a prever o traçado seguinte:

http://www.gpsies.com/map.do?fileId=bajpzunajjjsyvfs

Tendo eu detetado que sugere um ligeiramente diferente, maior mas mais garantido (pois ao contrário do apresentado por mim, o seu já foi testado), gostaria de conhecer os seus comentários ao que estou a pensar fazer. Desde já agradeço
Rui

Anibal G. disse...

Rui Almeida
O traçado que sugere é mais curto e seria de longe melhor não fosse o facto de invadir propriedade privada o que penso que não seja aconselhável.
Se fosse um terreno agrícola, para uma passagem ocasional e sem altarnativa, era capaz de arriscar, mas junto às habitações da quinta não me parece que seja adequado, tanto mais que seria necessário saltar barreiras.

Cumprimentos

Rui Almeida disse...

obrigado pela informação, realmente apenas visualizando no google não dá para distinguir propriedade privada e pública!

Caio Zanvettor disse...

Como disseram em cima, é realmente curioso essa postagem as vesperas da minha ida ao tua, eu e mais 7 amigos completamos e agradecemos a grande ajuda que este blog nos deu! te enviei um email, caso queira algumas fotos

Anónimo disse...

Ilustres, e de bicicleta (btt) da pra fazer? Adorava registar em foto e vídeo esse património da humanidade que os tecnocratas querem fazer desaparecer... Se puderem ajudar respondam. Grato. Rui azevedo (ruiazevedoadv@sapo.pt)

Rui Almeida disse...

caros, vai ser nos dias 9 e 10 de Junho que pretendo, com mais 2 amigos, fazer a linha entre o Tua e o Cachão. Depois enviarei fotos...

Renato Rodrigues disse...

Olá, para quando está planeado o enchimento da barragem? Tenciono fazer este percurso em Janeiro de 2014, existe alguma alteração ao aqui descrito?

Muito obrigado!