quinta-feira, 25 de março de 2010

LINHA DO TUA

CIDADÃOS QUEREM CLASSIFICAÇÃO DA LINHA DO TUA COMO PATRIMÓNIO DE INTERESSE NACIONAL

Um conjunto de cidadãos que tem vindo a lutar pela preservação e classificação da Linha do Tua, assim como personalidades do meio cultural, artístico, académico, científico, ambientalista e político, vai entregar no IGESPAR (Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico), o requerimento inicial com vista à abertura do processo de classificação da Linha Ferroviária do Tua como Património de Interesse Nacional, sustentado na Lei nº 107/2001de 8 de Setembro (Lei de Bases do Património Cultural).

A Linha do Tua, via métrica com mais de 120 anos, implantada nas arribas do Vale do Tua, merece, segundo os requerentes, a classificação como Património de Interesse Nacional, não só pelo papel histórico que desempenhou e pela obra-prima de engenharia portuguesa que constitui, mas também, e ainda, como exemplar único do património ferroviário e industrial do nosso país. Os requerentes consideram ainda que este património tem elevado potencial para o desenvolvimento turístico para a região.

Os subscritores deste documento convidam os senhores jornalistas para estarem presentes na entrega deste requerimento ao presidente do IGESPAR (Palácio Nacional da Ajuda, Lisboa), na próxima sexta-feira, dia 26 de Março, pelas 11.00h, momento em que será divulgado o nome dos subscritores.

Lisboa, 24 de Março de 2010

3 comentários:

mario disse...

foi entregue

abraço

mario

SudEx disse...

E agora o que se pode esperar? O que se DEVE esperar? Para Quando algum desenvolvimento resultante desta acção em concreto?

Se em Portugal para fazer barragens se destrói "sem problemas" um rio único como o selvagem Sabor, então mais depressa se arrasa com uma linha "que não interessa a ninguém" e onde "não há pessoas, etc etc"....

Foi muito por causa disso que há muito tempo baixei já os meus braços. Contudo, estarei cá pra dar a mão à palmatória e vos dar os parabéns, assim chegue esse dia!

O problema é que se demorar tanto como demora o Comboio a voltar a Barca d'Alba, acho que mais vale irem tratando de fazer também um Funeral das Boas Intenções, tal como fizeram lá....

DN

mario carvalho disse...

Que baixemos os braços é o que os ladrões , oportunistas e vigaristas esperam que façamos..

Cado DN não lhes dês esse prazer

abraço

mario

Ps.

O Igespar tem cerca de 60 dias para abrir o processo e aí pára tudo .. obras e toda a intervenção ao longo da linha ..ou diz que não reune condições para ser considerado património mas aí tem de justificar o porquê.. e aí..